Trabalha com nossas percepções corporais e muito das emocionais, seu toque é suave e acolhedor, um carinho para o massageado.

Exploramos suas capacidades mais profundas no sentido do perdão, afetividade, aceitação e amor.

É uma massagem emocional e sensorial, proporciona muito conforto, confiança e tranquilidade. Tem movimentos delicados e relaxantes, é feita em todo corpo.

O Tantra é uma Alquimia.

E a alquimia é entendida aqui, como o caminho ou prática de transformação do ser humano, para transmutar, a pedra bruta ou o chumbo em ouro. A Massagem Tântrica / Alquímica procura elevar a consciência até a identidade da Mente Universal, ou Cosmos, e através dessa união alcançar o autoconhecimento profundo.

O autoconhecimento profundo, ou podemos dizer iluminação, é resolução dos opostos, a transcendência das dualidades, é tornar-se Total. Essa é a “Grande Obra”, como dizem os textos alquímicos ocidentais, fazer com que o homem acredite em si mesmo, que expande e vivencie absolutamente todas as suas faculdades.

Repetindo, Tornar-se Total.

O que a Massagem Tântrica / Alquímica busca é uma integral transformação do Ser. Libertar o Ser aprisionado nas teias do Ego, da mente e suas ilusões.

Na linguagem alquímica ocidental a Massagem Tântrica / Alquímica “ensina a regeneração do homem espiritual, a purificação da mente e da vontade, o enobrecimento de todas as faculdades da alma”.

Os alquimistas ocidentais dedicavam-se a trabalhar com os materiais da terra, procurando aperfeiçoar sua alma no curso desse processo. E alma entendida aqui como aquela parte de nós que nos faz entrar em equilíbrio com o resto do cosmos. Os alquimistas orientais, ou adeptos tântricos, se dedicavam a trabalhar com os corpos, através de meditações e práticas de purificação integrais chegar ao Nirvana, ou iluminação. E nesse caso, iluminação pode ser entendida como conexão com o Cosmos ou Todo.

Os métodos ocidentais e orientais, como nos chegam hoje, são aparentemente diferentes, mas se aprofundamos o entendimento perceberemos que ambos se propõem as mesmas tarefas e aos mesmos objetivos. As linguagens parecem diferentes, assim como o conjunto de imagens que utilizam, mas se entendermos que ambas emergem do corpo como mapas, caminhos ou metáforas para se chegar mais integralmente ao entendimento profundo do próprio corpo, vemos que são idênticas.

Na Massagem Tântrica / Alquímica vamos direta, corajosa e pacientemente ao corpo, ao Ser, buscando a Unidade, ou seja, o fim das dualidades que tanto nos afligem na vida diária. Usaremos de práticas vivenciais, de meditações ativas e dinâmicas especificas para a transformação do Ser.